Gerenciamento da Mobilidade – Mobility Management (MM) ou Transpotation Demand Management (TDM)
É uma abordagem de gerenciamento da demanda de transporte de passageiros e cargas com o objetivo de encorajar e dar suporte a mudança de atitudes e comportamentos visando redução de viagens desnecessárias e adoção de modos de transporte mais sustentáveis. Os instrumentos utilizados estão baseados em informação, comunicação, coordenação e requerem promoção. Convencer para mudanças de modos de transporte requer mais do que uma abordagem racional.
Sítios com informação:
- www.vtpi.org/gtz_module.pdf
- www.epomm.org

Vias Exclusivas para os Transportes Públicos – BRT (Bus Rapid Transit)
O sistema de vias exclusivas para o transporte coletivo de Curitiba é referenciado mundialmente. Outras cidades do mundo vêm utilizando, adequando e redefinindo o exemplo de Curitiba. Na América Latina ressalta-se Bogotá e o sistema TRANSMILENIUM. No Brasil, a ANTP e a Fundação William e Flora Hewlett estão
desenvolvendo o programa Transporte Expresso Urbano TEU.
Sítios com informação:
- www.itdp.org/programs/BRT.html
- www.antp.org.br/Teu/index.htm

Vias verdes – Greenways
Vias Verdes são vias para uso exclusivo de não motorizados, utilizadas para caminhar, pedalar, cavalgar, andar de patins, patinetes, deslocar-se em cadeira de rodas etc.
As vias verdes são infra-estruturas autônomas que utilizam linhas férreas em desuso ou caminhos que margeiam canais de água, interconectando o caminho principal por caminhos rurais, florestais, sobre diques, em parques etc para criar grandes redes de vias não motorizadas. Na área rural permite acessibilidade por transporte não motorizado, sendo excelente alternativa de turismo, gerador de recursos de agregando valor aos pacotes turísticos.
Sítios com informação:
- www.sustrans.org.uk
- www.velo.qc.ca
- www.railtrails.org
- www.viasverdes.com
- www.aevv-egwa.org
- www.cicloamerica.org

Pedágio do Congestionamento de tráfego - Congestion charging
O pedágio urbano de Londres, chamado pelos ingleses de congestion charging, é um sistema de monitoramento de toda a área central de Londres, que cobra uma tarifa diária de 5 libras aos veículos automotores individuais que adentrarem essa área de segunda a sexta-feira, de 7 às 18:30 h. Funciona por meio de monitoramento por 900 câmeras de vídeo, com precisão de até 90% para a captação das placas de veículos, distribuídas em 230 pontos e veículos de patrulhamento. O sistema é pré-pago. A taxa pode ser paga pela internet, por telefone, por mensagem de texto, ou pessoalmente, em agências do correio, lojas de revistas, postos de combustíveis e supermercados, mas o motorista também pode pagar a taxa até às 22:00 h do dia da viagem. Se o pagamento for efetuado de 22 à 0 h, há uma sobretaxa de 100%. Caso o motorista não pague o pedágio, a multa por descumprimento é de cerca de £80. Ao pagar, o motorista deve informar a placa do veículo e a data da viagem. Os moradores da área do pedágio têm desconto de 90%. Estão isentos táxis, motos, ônibus e veículos de emergência (polícia, corpo de bombeiros e hospital), além de motoristas portadores de deficiência física e carros elétricos.
Sítio com informação:
- www.cclondon.com

Carros Comunitários/Auto-taxi - Carshare
O “car sharing” é uma alternativa à aquisição, acesso e uso de um veículo automotor individual. Os custos e dificuldades de aquisição, possessão e manutenção são transferidos a um grupo central. A pessoa filia-se a um clube específico e como membro tem direito a utilizar um dos carros quando precisar. Para o entendimento da proposta deve ser pensado na iniciativa como um tipo de táxi que a própria pessoa guia. Há diferentes formas de funcionamento desse sistema, mas em todas o princípio básico é o mesmo.
Sítios com informação:
- ecoplan.org/carshare/cs_index.htm
- www.carsharing-europe.org

 

Home